Ministro da Saúde não queria recuar em nomeação para comando da Fiocruz

Ministro da Saúde não queria recuar em nomeação para comando da Fiocruz

.

Luiza Pollo

04 de janeiro de 2017 | 06h30

Foto: André Dusek/Estadão

Foto: André Dusek/Estadão

O ministro Ricardo Barros (Saúde) estava decidido a não recuar da nomeação de Tânia Araújo-Jorge para a Fiocruz.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Ricardo Barros

Tendências: