Ministro da Defesa reassume como deputado por um dia

Luiza Pollo

18 de outubro de 2016 | 17h34

A edição extra do Diário Oficial da União desta terça-feira, 18, publicou a exoneração do ministro da Defesa, Raul Jungmann. Ele foi convocado no dia 10 de outubro para apresentar emendas para Pernambuco e se não atendesse a convocação dentro de 30 dias poderia perder a vaga de quarto suplente. A assessoria dele informou que o ministro não vai apresentar emendas, mas garantir a suplência. A saída temporária do ministro da Defesa, Raul Jungmann, já estava combinada com o presidente Michel Temer, que ligou para o presidente em exercício, Rodrigo Maia, para avisá-lo. Maia assinou o primeiro documento de exoneração de ministro. (Naira Trindade)