Militares fecham pacote para reforma da Previdência

Militares fecham pacote para reforma da Previdência

Coluna do Estadão

30 de setembro de 2018 | 05h30

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Diante da disposição do governo de fazer a reforma da Previdência, os militares se antecipam para apresentar uma proposta antes que sejam surpreendidos com um pacote fechado. Eles aceitam, por exemplo, que pensionistas, soldados e cadetes passem a contribuir. Também concordam em aumentar o tempo mínimo de serviço de 30 para 35 anos, mas sem exigência de idade mínima. Em troca, querem equiparar os salários dos generais quatro estrelas aos de ministros e não abrem mão da aposentadoria integral e paridade de reajuste.

Na fila. A cúpula militar quer entregar a proposta assim que a reforma dos civis for aprovada. Não querem correr o risco de terem somente suas regras alteradas.

Para os novinhos. Também está em debate a criação de uma previdência complementar, como a Funpresp, para quem ingressar na carreira militar a partir da data da aprovação.

Cada um na sua. O PT tem propagado uma proximidade de Fernando Haddad com nomes de peso como Luiz Carlos Trabuco (Bradesco) e Josué Gomes (Coteminas) para criar uma imagem de moderação. O diálogo, porém, não existe. Não há clima diante do discurso do presidenciável petista contra bancos e empresários.

Poucos amigos. Se eleito presidente, Fernando Haddad deve levar para seu governo integrantes de seus dois conselhos consultivos: o político e o pessoal. O primeiro inclui Jaques Wagner, Emídio de Souza, Paulo Teixeira e Jilmar Tatto.

Os chegados. Já o grupo pessoal, tem a mulher do candidato, Ana Estela Haddad, e Nunzio Briguglio, assessor de imprensa. As escorregadas da campanha de Bolsonaro já fazem petistas apostarem no 1.º turno.

Não calo. O vice de Bolsonaro, general Mourão, voltou a falar. Disse ao jornal Gazeta do Povo que “do ponto de vista político o atentado foi positivo”.

Climão. O confronto entre os ministros Luiz Fux e Ricardo Lewandowski em torno da autorização para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conceda entrevistas deixou o ambiente no STF “horrível”, na avaliação de um integrante da Corte.

Raspando. Apesar de ter 5% no Datafolha, Marina Silva tem participação garantida no debate da TV Globo graças à sua aliança com o PV. Juntos, Rede e PV cumprem a exigência legal de pelo menos  5 deputados para participar de debates.

Olha ele! Afastado dos holofotes desde que foi preso acusado de envolvimento no mensalão, José Genoino reapareceu. Gravou vídeo pedindo voto para o candidato a deputado federal pelo PT Wadih Damous (RJ).

Sobe. A candidatura de João Amoêdo à Presidência da República impulsionou o número de filiados no partido Novo. Na sexta-feira, chegaram a 25 mil. Os Estados com a maior adesão foram SP, RJ e MG.

CLICK. No dia dos deficientes auditivos, Michelle, mulher de Jair Bolsonaro, apareceu pela primeira vez na campanha ao gravar vídeo em que fala na língua dos sinais.

Reprodução/Instagram Bolsonaro

Foi é? O Centrão, que agora convive com o presidenciável Geraldo Alckmin, já aprendeu a lidar com a ausência de emoção do tucano diante de situações tristes e felizes. Dizem que ele se manteve chuchu ao atingir dois dígitos (10) no último Datafolha.

Acabou! O presidente do STJ, João Otávio de Noronha, acabou com o serviço de taquigrafia na Corte. Remanejou os 30 profissionais para outras áreas. Agora as sessões serão gravadas.

SINAIS PARTICULARES. O presidente do STJ, João Otávio de Noronha, por Kléber Sales.

 

A SEMANA

Quinta-feira, 4

É o último dia da propaganda eleitoral no rádio e na televisão

Também haverá o último debate entre os presidenciáveis na TV Globo. Os médicos orientaram Bolsonaro a não participar.

 

Quinta-feira, 4

Supremo comemora os 30 anos da Constituição Federal

O Supremo Tribunal Federal faz sessão solene às 14h em homenagem aos 30 anos da Constituição Federal de 1988.

 

COM REPORTAGEM DE NAIRA TRINDADE E JULIANA BRAGA. COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao