Mesmo com PEC do Teto, governo prevê 14 milhões de desempregados

Coluna do Estadão

11 de outubro de 2016 | 05h30

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Durante as discussões da votação da PEC do Teto, o governo admitiu a aliados que, mesmo aprovada a proposta, o desemprego ainda corre o risco de chegar à marca de 14 milhões de pessoas. Hoje, são 12 milhões de pessoas nessa situação. A emenda ainda precisa ser votada em segundo turno, no dia 24 de outubro, e também pelo Senado.