Mendonça Filho pode deixar Ministério da Educação na terça

Mendonça Filho pode deixar Ministério da Educação na terça

.

Andreza matais

20 de maio de 2017 | 13h41

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

 

O ministro Mendonça Filho disse a interlocutores que vai entregar o cargo na próxima terça-feira. Ele é filiado ao DEM, mesmo partido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ). Confirmada a saída dele do governo, será o segundo ministro a abandonar Temer. Na quinta-feira, Roberto Freire, do PPS, entregou o Ministério da Cultura após a decisão do presidente Temer de não renunciar ao mandato.

A disposição de Mendonça deixou aliados do governo impressionados, uma vez que ele é considerado um ministro ponderado. A leitura é que a saída dele, se confirmada, abrirá as portas para outros fazerem o mesmo.

Dirigentes do DEM tem negado a debandada.

Após a divulgação da nota pela Coluna, o ministro enviou a seguinte nota:

“Essa informação não é verdade. Até porque, não falei com ninguém sobre o momento atual. Qualquer posicionamento meu será precedido de conversa com o meu partido e com o próprio presidente Temer, com quem tenho e sempre tive respeito mútuo”.

A Coluna mantém a informação publicada.

 

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

 

Tudo o que sabemos sobre:

Mendonça Filho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.