Mendonça diz que respeita Temer e qualquer posicionamento será discutido com DEM

Andreza Matais

20 de maio de 2017 | 14h43

O deputado Mendonça Filho | Dida Sampaio/Estadão

O ministro Mendonça Filho, da Educação, divulgou nota na qual informa que “não falou com ninguém sobre o momento atual” e que “não é verdade” que tenha decidido deixar o governo. Segundo ele, “qualquer posicionamento meu será precedido de conversa com o meu partido e com o próprio presidente Temer, com quem tenho e sempre tive respeito mútuo”.
A Coluna revelou que Mendonça disse a interlocutores que deve deixar o governo na próxima terça-feira. Se confirmada a decisão, será o segundo ministro a deixar o governo. O primeiro foi Roberto Freire que entregou a pasta da Cultura. 
Filiado ao DEM, Mendonça é deputado federal e colega do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que assume o governo num primeiro momento caso o presidente Michel Temer renuncie ao mandato. 

Tendências: