MBL protocola pedido de impeachment de Toffoli

MBL protocola pedido de impeachment de Toffoli

Marianna Holanda

21 de novembro de 2019 | 14h19

Ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

O MBL protocolou, nesta quinta-feira, 21, um pedido de impeachment do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, alegando quebra de decoro, por conta do pedido de acesso aos relatórios da Receita – que depois o minsitro recuou.

“Notadamente inexiste qualquer processo ou investigação sobre tão vultosa quantia de pessoas, sendo patente o abuso de autoridade perpetrado pelo Representado, que atenta mortalmente contra os valores e princípios do Direito, razão pela qual urge a presente representação”, diz trecho do documento protolocado no Senado pelo advogado Rubens Nunes, do MBL.

Só do grupo que protagonizou os protestos contra Dilma Rousseff, este é o segundo pedido de impeachment de Toffoli. O outro foi protocolado no ano passado.

Este 2019 está batendo o recorde pedidos para destituir ministros do STF, como mostrou o Estado. Desde o início do ano, foram 14.

O STF foi procurado para comentar, mas até o momento não respondeu.

Tendências: