Mariz aceita ser assessor especial para segurança e vai trabalhar no Planalto

Andreza Matais

04 Março 2017 | 20h21

Antônio Cláudio Mariz de Oliveira

 

O presidente Michel Temer convidou e o advogado Antonio Mariz de Oliveira aceitou um cargo de assessor especial do governo. Mariz vai trabalhar no Palácio do Planalto e terá como atribuição cuidar da área de segurança pública. Temer já comunicou lideranças políticas de sua decisão. Mariz chegou a ser cotado para assumir o Ministério da Justiça, mas foi descartado porque criticou “excessos” na Operação Lava Jato. Temer tem sido aconselhado a se cercar de mais amigos no Palácio do Planalto depois que perdeu Geddel Vieira Lima e José Yunes, os dois envolvidos em escândalos.