Mário Covas Neto diz que insatisfeitos com pré-candidatura de Dória deveriam deixar PSDB

Mariana Diegas

21 de julho de 2016 | 15h31

Durante a cerimônia em que o deputado federal Bruno Covas foi anunciado como candidato a vice de João Dória na disputa pela Prefeitura de São Paulo, o vereador Mário Covas Neto disse que “quem não estiver satisfeito com a chapa deve deixar o PSDB”.

“Quem não gostou do resultado se rebelou. Essas pessoas que contestam a chapa não têm apreço pela democracia e ferem os princípios do PSDB. Que saiam do partido”, afirmou.

O recado de Covas foi uma indireta ao ex-governador de São Paulo Alberto Goldman e ao senador José Aníbal, que acusam Dória de ter comprado votos e contestam o resultado da eleição. Goldman chegou a enviar ao Ministério Público Eleitoral fotografias e reportagens de jornais que comprovariam irregularidades durante a votação. Os políticos também denunciam que Dória ofereceu transporte e churrasco para militantes do PSDB na capital paulista.

João Dória disputou as prévias tucanas no início do ano com o vereador Andrea Matarazzo e o deputado federal Ricardo Tripoli. Matarazzo era considerado favorito por ter tido apoio de  lideranças como Fernando Henrique Cardoso e José Serra, mas perdeu para o empresário e migrou para o PSD para disputar as eleições em outubro.

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Eleições municipais

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.