Marina Silva passa o chapéu para manter Rede ativa

Marina Silva passa o chapéu para manter Rede ativa

Coluna do Estadão

19 de maio de 2019 | 05h00

Foto: Gabriela Bilo/Estadão

Depois de ver a Rede minguar sem recursos do fundo partidário (não atingiu a cláusula de barreira), Marina Silva tem passado o chapéu entre amigos mais abastados. Ela já teria conseguido garantir o próximo ano de funcionamento do partido.

No partido, há quem defenda que Marina se lance à Prefeitura de São Paulo ano que vem ou a deputada federal em 2022 para ajudar a sigla. A ex-ministra teve cerca de 1 milhão de votos ano passado e ainda resiste a traçar um plano certeiro para a eleição. Ela diz que está curtindo

Tudo o que sabemos sobre:

Marina Silvarede sustentabilidade

Tendências: