Marcos do Val carimbou R$ 28,5 milhões do orçamento secreto neste ano

Marcos do Val carimbou R$ 28,5 milhões do orçamento secreto neste ano

Mariana Carneiro, Julia Lindner e Gustavo Côrtes

09 de julho de 2022 | 05h01

O senador Marcos do Val (Podemos-ES), que revelou ao Estadão ter recebido R$ 50 milhões em emendas do orçamento secreto após ter apoiado a eleição de Rodrigo Pacheco (PSD-MG) à presidência do Senado, carimbou mais R$ 28,5 milhões neste ano. Os recursos de 2022 são destinados a municípios do Espírito Santo e a entidades que fazem trabalhos sociais, uma delas vinculada à igreja adventista. A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais Sudeste Brasileira foi indicada a receber R$ 500 mil do Ministério da Cidadania por ordem de do Val. Na entrevista ao Estadão, o senador negou ter usado o orçamento secreto neste ano. “Até agora, não, nada. Eu até tenho de ver para correr atrás”, disse.

Senador Marcos do
Val. FOTO: EDILSON RODRIGUES/AG. SENADO

LUPA. As indicações dele constam de listas encaminhadas pelo relator Hugo Leal (PSD-RJ) aos ministérios em 31 de maio, disponíveis no site da Comissão Mista de Orçamento. O acesso a essas informações hoje só é possível após o Estadão ter revelado o orçamento secreto, o que levou o STF e o TCU a cobrar transparência do Congresso sobre quem são os parlamentares que apadrinham essas verbas.

RURAL. O repasse mais relevante indicado por Marcos do Val neste ano é para a pequena Vila Valério, de 14 mil habitantes, que receberá R$ 3 milhões do Ministério da Agricultura para o fomento das atividades agrícolas.

FALA. Em nota, Marcos do Val diz que as emendas são “prerrogativa parlamentar, totalmente lícita, transparente, um compromisso que assumi quando eleito para ajudar o meu Estado”. Ele não disse, porém, por que negou ter feito repasses neste ano.

PRONTO, FALEI. General Peternelli, deputado federal (União-SP)

“Se o Rodrigo Garcia fosse tão envolvido com o União, teria ficado no DEM. Estou totalmente focado em fazer campanha para o Tarcísio (rival de Garcia).”

CLICK. Pré-candidatos do PSDB (PB, PE e RS)

A nova geração do PSDB, Pedro Cunha Lima, Raquel Lyra e Eduardo Leite, postulantes aos governos de PB, PE e RS, respectivamente, em selfie.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.