Maranhão perto de imunizar a Grande São Luís

Maranhão perto de imunizar a Grande São Luís

Coluna do Estadão

11 de junho de 2021 | 05h00

Foto: Victoria Jones/AFP

Os municípios da chamada Grande Ilha (São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa), no Maranhão, começam a vacinação nesta sexta-feira, 11, dos adultos maiores de 29 anos. Com a confirmação de caso da cepa indiana no Estado, o governo de Flávio Dino (PCdoB) acabou recebendo “doses extras”, digamos assim, de vacinas do Plano Nacional de Imunização. Logo, para o desgosto de Jair Bolsonaro, que tem em Dino um adversário, a área metropolitana de São Luís poderá ser a primeira do País a ter toda a população adulta vacinada.

Logo… Se tudo der certo, a expectativa é de que a imunização dos cerca de 700 mil cidadãos “vacináveis” dos quatro municípios ocorra até agosto.

…ali. “Com uma gestão diária dos estoques disponíveis, vamos seguir avançando na vacinação para evitar colapso hospitalar e salvar vidas”, disse Dino à Coluna.

Quantos já foram? Com média de 15 mil doses por dia, São Luís, administrada por Eduardo Braide (Podemos), vacinou mais de 515 mil, e os demais três municípios, cerca de 93 mil.

Primeiríssimo. Segundo o secretário da Saúde do Maranhão, Carlos Lula, a cidade de Alcântara, onde há grande população quilombola, deve ser a primeira a completar a imunização. O município tem cerca de 22 mil habitantes.

Pode isso… O ministro do TCU Walton Alencar Rodrigues, relator das contas de 2020 da Presidência, integrou a comitiva do governo na missão oficial aos EUA para tratar de 5G. Fábio Faria (Comunicações) e Flávio Bolsonaro também estavam na delegação.

…Arnaldo? Rodrigues pediu recentemente ao Planalto e à Economia cópias de todos os documentos do “orçamento secreto”.

Eu, não. Questionado por jornalistas na capital americana, Fábio Faria negou que tenha aproveitado para ser imunizado: “Não vim para tomar vacina”.

Só pensa… Davi Alcolumbre (DEM-AP) passou a considerar assumir a liderança do governo no Congresso, a convite de Jair Bolsonaro. Até bem pouco, o senador não estava demonstrando muito interesse em assumir o cargo.

…naquilo. Aliados de Alcolumbre dizem que ele está focado na eleição para o governo do Amapá, em 2022, e que esse seria o motivo de o senador relutar em aceitar o convite.

Será? Nos corredores do Planalto e do Senado, são citadas duas possibilidades para uma saída honrosa para Fernando Bezerra (MDB-PE), atual líder do governo e indiciado pela PF: a vaga do Senado no TCU, em que há uma disputa entre MDB e DEM, e PSD na Casa, e até mesmo uma embaixada.

CLICK. O ministro Marcelo Queiroga (à esq.) e a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) em voo para São Paulo, onde inauguram leitos de UTI no Hospital de Guarapiranga.

Na veia. O Ministério da Justiça e Segurança Pública deve liberar já na próxima semana mais de R$ 700 milhões do Fundo Nacional de Segurança Pública para Estados e o DF. Hoje, aliás, o Susp completa três anos.

SINAIS PARTICULARES.
Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara

Kleber Sales

No aquecimento. Eduardo Cunha quer voltar para a Câmara dos Deputados de qualquer jeito. Se não puder se candidatar em 2022, deve fazer campanha para eleger a sua filha Danielle.

PRONTO, FALEI!

Foto: Valéria Gonçalves/Estadão

Paulo Hartung, ex-governador do Espírito Santo: “O crescimento do PIB é, indiscutivelmente, ótima notícia, mas o descontrole da inflação deve ser um ponto de atenção relevante, pois pode atrapalhar.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG E MARIANNA HOLANDA. COLABORARAM BRENO PIRES E
BEATRIZ BULLA

Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.