Maranhão alega que feriado prolongado vai evitar gastos

Maranhão alega que feriado prolongado vai evitar gastos

-

Luiza Pollo

25 de junho de 2016 | 05h15

O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA) |Andressa Anholete/AFP

Waldir Maranhão (PP-MA) |Andressa Anholete/AFP

Waldir Maranhão alegou a quem tentou demovê-lo de decretar feriadão na semana que vem que fazer sessões apenas segunda e terça representava um gasto para a Câmara com passagens aéreas.

A folga prolongada se deve ao dia de São Pedro, na quarta-feira, dia 29, que não é feriado.

Um interlocutor do Palácio do Planalto suspeita que a folga prolongada na Câmara tem o objetivo de evitar a CPI da UNE, ligada ao PCdoB do governador do Maranhão, Flávio Dino (MA), amigo de Waldir Maranhão. Além de não dar palanque para as críticas ao PT, alvo da Operação Custo Brasil. O Senado funcionará normalmente.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

De bem intencionados o inferno está cheio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: