Mais da metade dos diretórios do PSD ignora consulta de Kassab sobre eleição presidencial

Mais da metade dos diretórios do PSD ignora consulta de Kassab sobre eleição presidencial

Lauriberto Pompeu

13 de maio de 2022 | 05h00

O PSD segue indefinido para a disputa presidencial. Depois de ouvir a resposta de 12 diretórios estaduais sobre quem apoiar, o presidente da sigla, Gilberto Kassab, disse que os Estados que já retornaram são os que tinham a “situação mais fácil” e que agora faltam os difíceis.

Grandes colégios eleitorais, como Minas Gerais e São Paulo, ainda não definiram se preferem apoiar um nome ou se preferem ficar livres para escolher, cada qual, sua posição.

Dos 12 que responderam, nove querem liberar os diretórios para apoiarem quem preferir. Bahia e Amazonas desejam apoiar Lula, e o Ceará apoia Ciro Gomes. Faltam 15 dar o veredito.

O presidente do PSD, Gilberto Kassab. Foto: Amanda Perobelli/Estadão.

SINAIS PARTICULARES (por Kleber Sales). Gilberto Kassab, presidente do PSD

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.