Maia vai à Europa em missão do meio ambiente

Maia vai à Europa em missão do meio ambiente

Coluna do Estadão

23 de agosto de 2019 | 05h00

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados. FOTO: GABRIELA BILO/ESTADÃO

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fará viagem à Europa para tentar contornar a “crise internacional” (nas palavras de Emmanuel Macron) provocada pela repercussão das queimadas no Brasil. Acompanhado de um grupo de deputados, Maia planeja conversar com parlamentares da Inglaterra, França, Itália e Alemanha e reforçar o compromisso brasileiro com a sustentabilidade. São duas as maiores preocupações do grupo: a ameaça à confirmação do acordo Mercosul-União Europeia e impactos negativos ao agronegócio.

Todo santo ajuda. A ministra Tereza Cristina foi convidada a integrar a comitiva, mas declinou em virtude da agenda. Ainda assim, considera positiva a iniciativa. Ela monitora com preocupação a escalada da crise.

Tá ok? As embaixadas do Brasil nesses países serão acionadas para agendar reuniões com empresários. O objetivo é mitigar qualquer impacto nas importações.

Salvador da pátria. Ainda não há data definida, mas a expectativa é de que a comitiva viaje em setembro. Para fora, o discurso será de unidade e de compromisso do Brasil com o meio ambiente. Internamente, Maia mais uma vez se escala para apagar um incêndio originado no Executivo federal.

Ruim sem ele… Prevalece na Rede, partido criado por Marina Silva, um certo arrependimento por, na transição, ter feito campanha pela manutenção do Ministério do Meio Ambiente.

…pior com ele? Hoje, alas do partido acham que teria sido menos nociva a extinção da pasta diante da maneira como ela vem sendo conduzida pelo governo.

CLICK. Os ministros Onyx Lorenzoni (à esq.) e Osmar Terra com representantes do Movimento Brasil de Ideia: Mulheres Positivas após evento do grupo em SP.

FOTO: DIVULGAÇÃO

Já era. Associações de juízes, Ministério Público e policiais jogaram a tolha na tentativa de aliviar a reforma da Previdência no Senado. Pensam em defender suas categorias via PEC Paralela de Estados e municípios, também na Casa.

Calma. No jantar com deputados e senadores do PSL, o presidente do STF, Dias Toffoli, afirmou que, quando os outros Poderes não resolvem seus próprios problemas, acabam judicializando tudo no Supremo, numa espécie de “terceiro turno” político-eleitoral.

Limites. Deputados federais do PSL apresentaram uma reclamação disciplinar contra a procuradora federal dos Direitos Humanos, Deborah Duprat, no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), por suposto desvio de função e atuação político-partidária.

Ativa. Os deputados querem que Duprat seja punida por questionar metas do governo para seus primeiros cem dias. A Procuradoria apresentou 60 pedidos de esclarecimento e 5 representações no STF sobre pontos que considerou afetarem os direitos humanos.

Ação… Augusto Heleno decidiu engrossar as fileiras bolsonaristas na internet com contas no Twitter e Instagram: “Decidi me juntar a vocês no desafiante mundo das redes sociais”.

…virtual. O general e ministro do GSI está animado com o resultado. Define todos os dias de manhã os tuítes que serão publicados e tem gostado de ler as respostas dos internautas.

SINAIS PARTICULARES
General Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional

ILUSTRAÇÃO: KLEBER SALES/ESTADÃO

Vixe. Aliados de Aécio Neves querem saber quando Bruno Covas deixará o PSDB. “Ou eu ou ele”, disse o prefeito recentemente.

BOMBOU NAS REDES!

Gisele Bündchen. FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

Gisele Bündchen, modelo brasileira: “Não podemos fechar os olhos para o que está acontecendo na Amazônia”, em postagem na qual critica as queimadas na principal floresta brasileira.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: