Maia faz gesto à turma rejeitada pelo Planalto

Maia faz gesto à turma rejeitada pelo Planalto

Coluna do Estadão

22 de setembro de 2019 | 05h00

Deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

O gesto de Rodrigo Maia (DEM-RJ) ao conduzir a aprovação do fundo eleitoral na Câmara foi, sobretudo, direcionado aos presidentes dos partidos políticos, turma, até bem pouco tempo, tratada com desdém pelo Planalto. O presidente da Casa não moverá palha daqui em diante, porém. Jair Bolsonaro que se vire para manobrar nessa vaga, espremido entre sua base eleitoral, contrária à integralidade do projeto de reforma partidária, e os dirigentes e parlamentares dessas siglas, sedentos de benesses. Terá de decidir se veta ou não o pacote.

Girando em falso. Um amigo de Maia acha que as campanhas dos bolsonaristas contra o presidente da Câmara nas redes sociais são completamente estéreis: não pressionam o deputado e só ampliam a rejeição a ele em grupos que o rejeitam desde sempre.

Mundo real. Esse interlocutor explica: quem viveu por dentro (Rodrigo Maia) a crise das duas denúncias contra o então presidente Michel Temer não vai sucumbir sob ataques de hashtags e de haters.

Preço… No balaio de Maia também estão guardadas as críticas de alguns deputados ao fundo. Ele não que as aprova, claro.

…a pagar. Mas sabe, porém, da força que os dirigentes partidários têm sobre suas bancadas, vide, por exemplo, o caso dos “rebeldes” suspensos pelo PDT.

Pais… Citado por Bolsonaro na mais recente provocação que o presidente lançou em direção a João Doria (PSDB-SP), o programa federal de incentivos Renovabio foi criado no governo Michel Temer (MDB).

… da criança. Melhor ainda para Doria: um dos pais do programa, o ex-ministro e ex-deputado Alexandre Baldy (PP) está hoje no secretariado paulista. “A Toyota do Brasil investirá R$ 1 bilhão em sua planta de Sorocaba (SP), graças ao (…) Renovabio”, disse Bolsonaro no Twitter.

SINAIS PARTICULARES. João Doria, governador de São Paulo; por Kleber Sales

Vai. Doria autorizou Alexandre Frota a conversar com insatisfeitos do PSL. Já o cortejo a Júnior Bozzela será feito pelo próprio governador esta semana.

Tietê. Doria assina amanhã autorização para contrato com a prefeitura de Guarulhos para a Sabesp assumir o tratamento de esgoto da cidade da Grande SP, que despeja 96% do esgoto no Tietê e está entre as 20 piores do País em coleta e tratamento.

De olho. Militares no Planalto andam incomodados com a dificuldade de Célio Faria Júnior, chefe da Assessoria Especial da Presidência, em controlar a turma do “gabinete do ódio” (sob o guarda-chuva dele).

Sombra. Servidor civil da Marinha, Célio faz parte do seleto grupo que despacha no mesmo andar do gabinete de Bolsonaro e goza da sua confiança. Participa das agendas mais delicadas e, economista, aconselha de perto o presidente.

Água… Quem o acompanha de quando ele era assessor parlamentar, período no qual conheceu Bolsonaro, diz que a insatisfação tem origem em uma disputa entre Marinha e Exército, em função da sua proximidade com o chefe.

CLICK. Célio Faria Junior (ao centro): quem o defende, diz que ele é um pacificador. Mas, para seus críticos, ele deixa correr solta a turma do “gabinete do ódio”.

Célio Fária Júnior e presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Facebook Célio Faria Júnior

Já está… O cenário político no Mato Grosso já começa a se movimentar diante de uma provável cassação da senadora Juíza Selma (ex-PSL atual Podemos-MT) no TSE.

…precificado. Um dos nomes que circula para disputar eleição suplementar é do deputado Nelson Barbudo (PSL), o mais votado do Estado. Outro é de Blairo Maggi, mas ele nega.

A SEMANA

Terça-feira, 24

GT do Pacote Anticrime tenta concluir parecer da proposta

Entre os pontos em aberto, está o excludente de ilicitude, que isenta de punição o policial que matar durante o serviço.

Terça-feira, 24

Supremo julga os Vieira Lima pelo bunker dos R$ 51 milhões

O processo dos irmãos Lúcio e Geddel, acusados de lavagem de dinheiro, será analisado pela Segunda Turma do STF.

COM REPORTAGEM DE JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: