Maia aposta em apoio informal de petistas

-

Marcelo de Moraes

12 de julho de 2016 | 10h58

Apesar da decisão do PT de não apoiar publicamente candidatos à Presidência da Câmara que tenham votado a favor do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) mantém o otimismo em relação à preferência da bancada petista.

Para interlocutores, Maia admitiu que, apesar da decisão, os petistas podem ficar ao seu lado informalmente, já que o sistema de votação será fechado. Oficialmente, Maia preferiu não comentar a decisão tomada pela bancada petista.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Eleições na Câmara

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.