Lula e “Bessias” estão na lista de 33 convidados para defesa de Dilma

Confira quem vem ao Senado na segunda-feira, 29

Coluna do Estadão

26 de agosto de 2016 | 20h42

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Confira quem vem ao Senado na segunda-feira, 29:

Aldo Rebelo – ex-ministro da Defesa
Aloizio Mercadante – ex-ministro da Educação
Antonio Carlos Rodrigues – ex-ministro dos Transportes
Carlos Gabas – ex-ministro da Previdência e da Aviação Civil
Carlos Lupi – presidente do PDT e ex-ministro do Trabalho
Daisy Barretta – assessora especial de Dilma Rousseff
Eleonora Menicucci – ex-ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres
Eugênio Aragão – ex-ministro da Justiça
Giles Azevedo – ex-assessor especial da Presidência
Izabella Teixeira – ex-ministra do Meio Ambiente
Luiz Inácio Lula da Silva – ex-presidente da República
Jaques Wagner – ex-ministro da Casa Civil e do Gabinete da Presidência
Jorge Messias – ex-subchefe de Assuntos Jurídicos da Presidência
José Eduardo Cardozo – ex-ministro da AGU e da Justiça
Juca Ferreira – ex-ministro da Cultura
Luciana Santos – presidente do PC do B
Maria de Fátima Carneiro de Mendonça – mulher do ex-ministro Jaques Wagner
Maurício Muniz – ex-ministro da Secretaria Nacional dos Portos
Miguel Rossetto – ex-ministro do Trabalho
Miriam Belchior – ex-presidente da Caixa
Nelson Barbosa – ex-ministro da Fazenda e do Planejamento
Nilma Lino Gomes – ex-secretária de Igualdade Racial
Olímpio Antônio Brasil da Cruz – assessor de imprensa de Dilma Rousseff
Patrus Ananias – ex-ministro do Desenvolvimento Agrário
Paula Zagotta – assessora especial de Dilma Rousseff
Renato Rabelo – ex-presidente do PC do B
Ricardo Berzoini – ex-ministro da Secretaria de Governo
Roberto Stuckert Filho – fotógrafo oficial de Dilma Rousseff
Rui Falcão – presidente do PT
Sandra Brandão – ex-assessora especial da Presidência
Tereza Campello – ex-ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Tiago Falqueiro – assessor especial de Dilma Rousseff
Wagner Caetano – ex-chefe do Gabinete de Crise do Planalto

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.