Longa conversa com Ayres Britto convenceu Temer a liberar Força Nacional em presídios

Longa conversa com Ayres Britto convenceu Temer a liberar Força Nacional em presídios

.

Luiza Pollo

18 de janeiro de 2017 | 06h00

Foto: André Dusek/Estadão

Foto: André Dusek/Estadão

Em longa conversa com Michel Temer sobre a crise nos presídios, o ex-presidente do STF Carlos Ayres Britto sugeriu que seja seguida a Constituição. “A saída está na Constituição, nos critérios, nas diretrizes”, diz.

Ayres citou que “um dos pressupostos de intervenção da União nos Estados é para pôr fim à grave perturbação da ordem pública. Pela Constituição, o problema não é só do Executivo, mas também do Judiciário, Ministério Público e das defensorias públicas”, disse.

Depois dessa conversa no domingo, Michel Temer decidiu assinar o decreto liberando a ação de homens da Força Nacional em presídios.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

PresídiosAyres Britto

Tendências: