Ligado ao PT, conselho de Furnas exonera diretor do PR

-

Andreza Matais

10 de junho de 2016 | 14h28

O conselho de administração de Furnas exonerou o diretor de gestão de novos negócios e participação, Fernando Câmara, do cargo em decisão tomada na noite de ontem apenas com esse propósito.

O presidente da Eletrobrás, José da Costa Carvalho Neto, comanda o colegiado, do qual o presidente de Furnas, Flávio Decat, é membro. Os dois foram nomeados para os cargos pela então presidente Dilma Rousseff e ainda não foram substituídos pelo presidente em exercício Michel Temer. Decat foi indicado a Dilma pelo ex-senador Delcídio Amaral.

A exoneração Câmara ocorreu no mesmo dia em que a Coluna do Estadão publicou que Decat é ligado a Delcídio. A nota da coluna teve grande repercussão dentro de Furnas. Ele é ligado ao deputado Marcelo Alvaro Antonio (PR-MG). O líder do PR, Aelton Freitas (MG), disse que irá procurar o ministro Geddel Vieira Lima para cobrar uma explicação. “Vamos tentar manter nossos espaços.”

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: