Líder do PSDB no Senado pede licença de quatro meses

Líder do PSDB no Senado pede licença de quatro meses

­­

Coluna do Estadão

27 Agosto 2016 | 06h30

cassio cunha lima

Cássio Cunha Lima (PB) vai se licenciar do mandato de senador e da liderança do PSDB por quatro meses, alegando motivos pessoais. Sai de cena ao final do impeachment.

O suplente, que ajudou a financiar a campanha de Cássio, é o empresário José Gonzaga Sobrinho, o Deca. Paulo Bauer (PSDB-SC) assume a liderança interinamente.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Vou ali e já volto