Leia a íntegra da decisão que levou ao “bunker” do Geddel