Justiça Federal do Rio proíbe campanha do governo contra isolamento

Justiça Federal do Rio proíbe campanha do governo contra isolamento

Marianna Holanda

28 de março de 2020 | 11h20

Imagem da campanha publicitária lançada pelo governo / Foto: Reprodução

A Justiça Federal do Rio de Janeiro proibiu o governo federal de veicular campanha contrária ao isolamento. Desde a noite de quinta-feira, circula um vídeo com a campanha “O Brasil não pode parar”, incentivando as pessoas a voltarem às ruas.

“Pelo exposto, defiro em parte a tutela de urgência para que a União se abstenha de veicular, por rádio, televisão, jornais, revistas, sites ou qualquer outro meio, físico ou digital, peças publicitárias relativas à campanha ‘O Brasil não pode parar’, ou qualquer outra que sugira à população brasileira comportamentos que não estejam estritamente embasados em diretrizes técnicas, emitidas pelo Ministério da Saúde, com fundamento em documentos públicos, de entidades científicas de notório reconhecimento no campo da epidemiologia e da saúde pública”, escreveu a juíza de plantão, Laura Bastos Carvalho, da 10ª Vara Federal.

A decisão, de caráter liminar, saiu na manhã desta sábado, 28. O texto determina ainda uma multa de R$ 100 mil, caso haja descumprimento da determinação. A ação foi impetrada por procuradores do MPF do Rio.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.