Joesley gravou alvos antes de ir à procuradoria

Joesley gravou alvos antes de ir à procuradoria

.

Luiza Pollo

18 de maio de 2017 | 07h45

Foto: Ayrton Vignola/Estadão

Quem participou da delação diz que partiu de Joesley a iniciativa de gravar e filmar seus alvos. Ele já chegou à procuradoria com farto material probatório. Nesses casos, não tinha autorização judicial nem precisava.

Investigadores lembram que Joesley tinha livre acesso aos seus alvos.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Joesley Batista

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.