Janot vai diferenciar ‘caixa 2 puro’ do que foi pago como propinas

Janot vai diferenciar ‘caixa 2 puro’ do que foi pago como propinas

Luiza Pollo

21 de maio de 2017 | 05h45

Foto: André Dusek/Estadão

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, bateu o martelo e vai diferenciar o “caixa 2 puro”, dinheiro para financiar campanha, do “caixa 2” pago como propina nas denúncias que vai apresentar em inquéritos da Lava Jato. Das 76 investigações, 26 tratam da primeira opção.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo Janot

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.