Janot pede a STF prisão de Renan, Jucá e Cunha e tornozeleira para Sarney

-

Andreza Matais

07 de junho de 2016 | 08h49

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão do presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), do senador Romero Jucá (PMDB-RR), e o uso de tornozeleira eletrônica para o ex-presidente do Senado e ex-senador José Sarney. O pacote de medidas que abalam a cúpula do Congresso também atinge o presidente suspenso da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Os pedidos estão na mesa do ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), para serem analisados. Zavascki tem reunião hoje com equipe da Lava Jato, mas é um encontro de rotina que ocorre todas as terças-feiras. As informações foram confirmadas por uma fonte que atua nas investigações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: