Irmão de José Dirceu estuda fazer delação premiada

Irmão de José Dirceu estuda fazer delação premiada

­­

Coluna do Estadão

22 de setembro de 2016 | 05h00

Luiz Eduardo Oliveira e Silva. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Luiz Eduardo Oliveira e Silva. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, irmão do ex-ministro José Dirceu, estuda fazer delação premiada na Lava Jato. Quem acompanha as conversas, relata que ele assumiria envolvimento no esquema de corrupção na Petrobrás numa tentativa de livrar o irmão famoso de parte dos crimes de que é acusado. Luiz Eduardo já admitiu à PF que recebeu pagamentos mensais de R$ 30 mil do esquema. Por sua militância política, Dirceu sempre se manteve em silêncio. Foi condenado a 23 anos e três meses de prisão. Já seu irmão não tem vinculação partidária.

A situação de José Dirceu, contudo, tende a se complicar. A Operação Marquês, tocada pelo Ministério Público português, encontrou documentos relacionados a ele num escritório de advocacia alvo de busca naquele país, o Lima, Serra, Fernandes & Associados.

Foram localizadas anotações manuscritas com referência à Vivo, Telemar e Brasil Telecom juntamente com cópias do passaporte do próprio José Dirceu e extratos de contas bancárias.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Dossiê Dirceu