Irmão de Geddel não registrou presença na sessão que pode cassar Cunha

Coluna do Estadão

12 de setembro de 2016 | 21h27

lucio

 

O deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ministro das Relações Institucionais, Geddel Vieira Lima, não registrou presença na sessão que discute a cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Geddel é um dos ministros mais próximos do presidente Michel Temer.

Há ainda deputados que estão no plenário, mas não registraram presença. O quorum, contudo, já é de 412 deputados, considerado seguro pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para proceder a votação. Os deputado Carlos Marun (PMDB-MS), Arthur Lira (PP-AL), Jovair Arantes (PTB-GO) e Paulinho da Força (SD-SP), por exemplo, estão presentes, mas não registraram no painel eletrônico.

Após a publicação do post, Lúcio, Marun, Lira e Paulinho cadastraram presença e votaram. (Daniel Carvalho e Andreza Matais)

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: