Investigadores enxergam tentativa de minimizar Carne Fraca

Investigadores enxergam tentativa de minimizar Carne Fraca

Luiza Pollo

20 Março 2017 | 05h00

temer churrasco sinais particulares

Investigadores da Polícia Federal enxergam na manifestação do governo sobre a Carne Fraca uma tentativa de minimizar a operação deflagrada na última sexta-feira. Ontem, o presidente Michel Temer foi a uma churrascaria para tentar reverter os efeitos negativos da investigação. O ministro Blairo Maggi (Agricultura) questionou publicamente o trabalho da PF e o tempo da apuração. Quem atua no caso diz que servidores públicos corruptos eram o foco inicial e somente nos últimos meses descobriu-se que o esquema envolvia a venda de carne podre.

Um investigador diz que é errado se pensar que há dois anos já se sabia de todo esquema. “Muita coisa surgiu no último momento”.

Interlocutores do governo dizem que não se trata de minimizar a operação. O problema foi a forma como ela foi divulgada pela PF. Um ministro da área política classificou de “extravagante”.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

 

Mais conteúdo sobre:

investigadoresPFcarne fraca