Idec diz que “Plano de Saúde Acessível” é ilegal e equivocado

Idec diz que “Plano de Saúde Acessível” é ilegal e equivocado

­­Instituto recusou convite do Ministério da Saúda para participar das discussões

Coluna do Estadão

11 Agosto 2016 | 06h45

Foto: Wilton Júnior/Estadão

Foto: Wilton Júnior/Estadão

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) recusou convite do Ministério da Saúde para participar do Grupo de Trabalho sobre Plano de Saúde Acessível, por considerar a proposta “ilegal” e “equivocada” para reduzir os gastos com o SUS.

Além de ter negado o convite, o Idec enviou carta ao ministério solicitando a revogação da portaria que cria o grupo de trabalho. O instituto é contra a criação de planos de saúde “populares” com cobertura inferior à definida por lei.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Comigo não