Idade pode impedir Kim Kataguiri de ocupar comando da Câmara

Idade pode impedir Kim Kataguiri de ocupar comando da Câmara

Naira Trindade

09 Outubro 2018 | 10h00

 

Deputados interessados na presidência da Câmara já vislumbram ir à Justiça para barrar eventual candidatura de Kim Kataguiri (DEM) à vaga, que o tornaria o primeiro na linha sucessória do País. O problema: ele tem 22 anos, quando a Constituição diz que para assumir o Planalto é preciso ter 35. A palavra final seria do Supremo.

Kataguiri foi eleito para o primeiro mandato de deputado federal com 465.310 votos, o quarto mais votado em São Paulo. Ele é um dos líderes do MBL (Movimento Brasil Livre), que levou milhares às ruas pedindo o impeachment de Dilma Rousseff.

A pouca idade, porém, não será a maior dificuldade. Para disputar o comando da Câmara ele terá que enfrentar, ainda, caciques do seu partido. Rodrigo Maia (DEM), o atual presidente da Casa Legislativa, se movimenta para ser reeleito. Num eventual governo Bolsonaro, porém, o nome mais forte é o do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Além disso, tradicionalmente a maior bancada indica o presidente da Câmara. No caso, o PT elegeu o maior número de deputados no último domingo.