Grupo articula anistia a multas da lei do farol baixo

Grupo articula anistia a multas da lei do farol baixo

­

Coluna do Estadão

20 de agosto de 2016 | 05h00

Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Foto: Tiago Queiroz/Estadão

As multas aplicadas pela Lei do Farol Baixo, em vigor desde 8 de julho, podem ser perdoadas pelo mesmo Congresso que aprovou, em abril, a nova norma. Um grupo de parlamentares se articula para aprovar a anistia. Um projeto já está pronto e será protocolado pela deputada Soraya Santos (PMDB-RJ) na segunda-feira. A justificativa é que os motoristas precisam de mais tempo para se habituar à regra que os obriga a acionar a luz baixa em rodovias federais durante o dia. Em um mês, foram aplicados R$ 10,5 milhões em multas.

O grupo que defende a anistia já procurou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para pedir urgência na votação do projeto. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o número de mortes no trânsito durante o dia diminuiu 56% em relação ao mesmo período do ano passado.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Expresso

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.