Governo vai desacelerar a reforma tributária

Governo vai desacelerar a reforma tributária

.

Luiza Pollo

03 de março de 2017 | 05h00

Foto: André Dusek

Foto: André Dusek

A área política do governo pediu que lideranças da Câmara desacelerem a discussão da Reforma Tributária. O Planalto avaliou que não tem musculatura para discutir de uma só vez as Reformas Tributária, Previdenciária e Trabalhista e decidiu que vai gastar sua energia com a votação das duas últimas. O assunto não vai sair totalmente da pauta. A orientação é que, em vez de se pensar numa reforma mais profunda, sejam feitas mudanças pontuais na área tributária, mais fáceis de serem aprovadas no Congresso. A palavra de ordem é simplificação.

Temer estava animado com a reforma tributária, mas caiu na real depois que o relator, deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), falou de um assunto proibido no Congresso: volta da CPMF. Uma “maluquice”, segundo um ministro.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Reforma tributária

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.