Governo vai anular decreto que nomeou novo presidente da EBC

Coluna do Estadão

02 de setembro de 2016 | 17h05

Ilustração: Kleber Sales

Ilustração: Kleber Sales

O governo vai cancelar decreto publicado no Diário Oficial desta sexta-feira que nomeou o jornalista Laerte Rimoli para a presidência da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC). Segundo fontes do Planalto, o governo vai aguardar decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o impasse envolvendo o comando da empresa.

Antes de ser afastada do cargo, Dilma Rousseff nomeou o jornalista Ricardo Melo para a vaga. Temer, ainda interino, o demitiu. Como a regra da época previa mandato para o presidente da EBC, Melo recorreu ao STF e conseguiu voltar ao cargo. Nesse ínterim, foram aprovadas novas regras para a empresa acabando com mandato. (Daniel Carvalho e Andreza Matais)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.