Governo tenta reverter desgaste do óleo no Nordeste

Governo tenta reverter desgaste do óleo no Nordeste

Coluna do Estadão

04 de novembro de 2019 | 05h00

O desastre ambiental do óleo nas praias do Nordeste tem tudo para ser um limão transformado em limonada, avaliam diplomatas e membros do governo ouvidos pela Coluna. Diferentemente das queimadas na Amazônia, no caso do petróleo, é possível apontar fora do País um “culpado” pela calamidade. O Brasil, assim, pode adotar uma postura incisiva contra os responsáveis e mostrar que não tolera esse tipo de crime. Se der certo, ao menos em parte, a abalada imagem do governo Jair Bolsonaro no aspecto ambiental será amenizada, esperam.

Prática. A expectativa só vai corresponder à realidade se a ação da Polícia Federal for impecável na apuração, rápida, do caso. Agilidade que o governo não teve ao acionar o Plano Nacional de Contingência, numa demora de 41 dias, conforme o Estado revelou.

Vai… Parlamentares da base do governador Wilson Witzel acham que Jair Bolsonaro está à beira de uma ataque de nervos. Um dos sinais foi o erro do presidente sobre o local do encontro dele com Witzel.

…mal. Bolsonaro e o governador realmente se encontraram socialmente no dia 9 de outubro, mas não no Clube Naval do Rio de Janeiro, e sim em Brasília, no aniversário do ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União.

Outro… Segundo cálculos do deputado Pedro Paulo (DEM-RJ), autor da PEC da Regra de Ouro, o projeto do governo sobre o mesmo assunto terá um impacto menor do que o que já está tramitando no Congresso.

…alcance. O de Pedro Paulo tem potencial para economizar R$ 95,5 bilhões por ano; o de Paulo Guedes, R$ 24,78 bilhões.

Tô fora. O deputado Paulinho da Força recolhe novas assinaturas para um projeto que disciplina o funcionamento de sindicatos. O motivo? O primeiro recebeu o jocoso número 171.


SINAIS PARTICULARES

Paulinho da Força, deputado federal Solidariedade (SP)

Pela educação. Os governadores do Ceará, Camilo Santana (PT), e de São Paulo, João Doria (PSDB), o ex-governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, e ex-ministro da Educação, Mendonça Filho, estarão juntos no 6º Fórum LIDE de Educação, amanhã na capital.

Em frente. Relator do inquérito no STF para apurar “fake news”, o ministro Alexandre de Moraes afirmou que o Poder Judiciário do Brasil não vai permitir a liberdade de expressão ser utilizada para fomentar perseguições e ataques.

CLICK. O presidente da Conib, Fernando Lottenberg, e o ministro do STF Alexandre de Moraes. Defesa da democracia e da diversidade em jantar sábado em São Paulo.

Resistência. Moraes participou do jantar anual da Confederação Israelita do Brasil (Conib), em São Paulo. Segundo ele, o STF combaterá “discursos de ódio e fake news”. No mesmo encontro, Joice Hasselmann pregou o “diálogo” para a reconstrução do País.

Bola… Está emperrada na Prefeitura paulistana a renovação da concessão do CT da Barra Funda ao São Paulo F.C. O clube pode utilizar a área até 2022, mas quer prorrogar por mais 20 anos seu direito de uso da terreno público.

…dividida. O Tricolor oferece como contrapartida a construção de penas duas creches em áreas da Prefeitura. A proposta, em termos financeiros, é considera modesta se comparada ao alto valor da área do CT, na zona oeste. O MP está de olho. Corinthians e Palmeiras sofrem com problema semelhante.

PRONTO, FALEI!

Foto Ed Ferreira/Estadão

Luís Roberto Barroso, ministro do STF: “Eu sou uma pessoa zen. O problema é que a única vez que perdi essa postura, eu estava em rede nacional de TV”, em evento da Confederação Israelita do Brasil, no clube Hebraica (SP), sobre antiga altercação com Gilmar Mendes.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA.

Acompanhe nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram

Tendências: