Governo queria aliado fiel dentro do Supremo

Governo queria aliado fiel dentro do Supremo

.

Luiza Pollo

07 de fevereiro de 2017 | 05h00

Ilustração: Kleber Sales/Estadão

Ilustração: Kleber Sales/Estadão

A fidelidade política foi o ponto decisivo para que o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, fosse escolhido para ocupar a vaga no Supremo Tribunal Federal. O presidente Michel Temer optou por apontar um aliado perfeitamente alinhado ao Planalto, que possa votar a favor do governo nas questões que surjam no Supremo. Moraes é filiado ao PSDB e próximo de Temer e do governador Geraldo Alckmin. Com apoio declarado de PMDB, PSDB e DEM, Moraes deve ter seu nome aprovado pelo Senado, mas debaixo de ataques da oposição.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Alexandre de MoraesSTF

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.