Governo quer fórmula para se comunicar com 12 milhões nas redes

­

Coluna do Estadão

28 de setembro de 2016 | 06h45

Na guerra para melhorar o diálogo no governo, estuda-se criar uma estrutura de comunicação diferente, com comunicólogos e cientistas políticos, além dos jornalistas.

A nova estrutura descarta criar mais um ministério ou aumentar número de cargos. Um dos nomes cotados para participar é o do cientista político Antonio Lavareda.

Há mais de 12 milhões de seguidores nas redes sociais ligadas aos ministérios. A ideia do governo é desenvolver uma forma de se comunicar com essa multidão.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Vender o peixe

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.