Governo pretende adotar discurso de criticar PT e Dilma

Governo pretende adotar discurso de criticar PT e Dilma

-

Luiza Pollo

01 de junho de 2016 | 06h00

Brazil's interim President Michel Temer looks on during a meeting with unionists at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil, May 16, 2016. REUTERS/Ueslei Marcelino

Foto: Ueslei Marcelino/REUTERS

Para tentar sair do canto do ringue, o governo quer que os seus integrantes adotem discurso de reação forte contra o PT e a presidente afastada Dilma Rousseff.

A ideia é transmitir a mensagem que o presidente em exercício, Michel Temer, herdou um País arrasado, com rombo fiscal de R$ 170 bilhões, desemprego de quase 12 milhões de pessoas e inflação de dois dígitos.

O Planalto avalia que, até agora, ficou estático demais, vendo petistas baterem no novo governo, sem reação. O plano é culpar Dilma e PT diretamente pela péssima situação do País.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: