Governo planeja MP para tornar o Ministério da Saúde o único responsável por distribuir vacinas contra a covid-19

Governo planeja MP para tornar o Ministério da Saúde o único responsável por distribuir vacinas contra a covid-19

Mariana Haubert

11 de dezembro de 2020 | 14h37

Foto: Victoria Jones/AFP

O governo federal deve editar, nos próximos dias, uma medida provisória para determinar que todas as vacinas registradas, produzidas ou importadas no País sejam requisitadas e fiquem sob responsabilidade do Ministério da Saúde, que será o único autorizado a distribuí-las. A proposta pretende incluir os imunizantes no Plano Nacional de Imunização para que a entrega aos Estados seja feita de forma proporcional, de acordo com a demanda.

Dessa forma, a medida inviabilizaria a distribuição da Coronavac pelo governo de São Paulo. Essa semana, o governador João Doria anunciou o início da produção nacional da vacina, desenvolvida em parceria entre o Instituto Butantã e a farmacêutica chinesa Sinovac. De acordo com ele, 11 Estados já firmaram acordo com o Butantã ou negociam a compra do imunizante.

A promessa de que o governo federal poderia requisitar as vacinas foi feita pelo ministro Eduardo Pazuello a alguns governadores na quarta-feira, 9. Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (GO), afirmou em seu Twitter que o ministro havia confirmado a informação a ele. “Nenhum estado vai fazer politicagem e escolher quem vai viver ou morrer de Covid”, escreveu Caiado.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

coronavíruscovid-19vacina

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.