Governo não gostou nem da gravata de Sarney Filho em pronunciamento na TV

Governo não gostou nem da gravata de Sarney Filho em pronunciamento na TV

­

Coluna do Estadão

10 de agosto de 2016 | 06h30

Foto: Flávio Tavares/Hoje em Dia

Foto: Flávio Tavares/Hoje em Dia

O governo não aprovou o pronunciamento em rede nacional do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV-MA), dia 2 de agosto, sobre queimadas. Diz que convocar rádio e TV é só em casos extremos.

A crítica foi abafada para evitar problemas com ambientalistas. Mas, no fundo, o Planalto não gostou sequer da gravata verde do ministro.

No fim do dia, a assessoria do Ministério do Meio Ambiente enviou a seguinte nota:

“O Ministério do Meio Ambiente esclarece que o pronunciamento do Ministro Sarney Filho em cadeia nacional de rádio e televisão foi uma iniciativa da Secretaria de Comunicação do Governo Federal. A secretaria é a responsável por todas as ações da Campanha Nacional de Prevenção às Queimadas.”

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Pegou mal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.