Governo já recebeu 48 pedidos de quarentena

Governo já recebeu 48 pedidos de quarentena

Coluna do Estadão

03 Setembro 2018 | 05h30

Presidente Michel Temer. Foto: Dida Sampaio/Estadão

A quatro meses do fim do governo Michel Temer, secretários e diretores de cargos de confiança já começaram a negociar recolocações no mercado privado. A Comissão de Ética Pública da Presidência aprovou 48 pedidos de quarentena nos últimos quatro meses, número acima da média. Têm direito a receber a remuneração compensatória durante seis meses servidores que tiverem contato com informações confidenciais de repercussão econômica. Durante a quarentena, não poderão exercer atividades em áreas afins às que exerciam no governo.

Aguenta aí. Só nas sessões de julho e agosto, a Comissão de Ética analisou 31 pedidos de quarentena. Oito terão de cumprir o prazo. Entre eles está Antônio Augusto Muniz de Carvalho, secretário de Planejamento da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Roleta. O PT acredita ter mais chances de reverter a decisão do TSE que vetou a candidatura do ex-presidente Lula se o recurso no Supremo Tribunal Federal cair nas mãos dos ministros Ricardo Lewandowski ou Marco Aurélio Mello.

Histórico. Em outubro de 2016, o ministro Marco Aurélio liberou o então prefeito afastado de Montes Claros (MG), Ruy Muniz, para deixar a prisão e fazer campanha no 2º turno, contrariando decisão do TRE.

Gravando. O filme Polícia Federal – A Lei é para Todos II começa a ser rodado no final do ano. A narrativa do segundo longa sobre a Lava Jato se inicia com a delação de Joesley Batista, incluindo a cena em que o empresário grava conversas com Michel Temer e Aécio Neves, e se encerra com a prisão de Lula.

Virtual. A equipe de João Amoêdo (Novo) identificou que seus eleitores têm entre 25 e 34 anos, mesmo perfil que interage nas redes sociais. O desafio agora é romper essa bolha. Pesquisas da campanha mostram que ele ainda é desconhecido por 73% dos eleitores.

Insensível. O presidente Michel Temer vai mandar para o Supremo nos próximos dias manifestação que reforça o Decreto 9.393, que reduziu subsídios dados à indústria de refrigerantes. Ele enfrenta pressão para mudar sua decisão.

Contra… A Advocacia Geral da União (AGU) está fazendo reuniões com os procuradores das agências reguladoras para estudar como impedir que uma decisão do Tribunal de Contas da União abra brechas para a Corte interferir em decisões de mérito.

…ataque. Há um mês, os ministros multaram dois diretores da Antaq por considerarem que eles regulamentaram mal uma tarifa cobrada em terminais portuários. Diretores das outras agências temem virar alvo de ações caso a moda pegue na Corte.

CLICK. O Ministério Público Federal divulgou meme nas redes para explicar que é proibido tirar selfie na urna eletrônica. Quem insistir pode pegar até dois anos de prisão.

Divulgação Ministério Público Federal

OS PRESIDENCIÁVEIS

 

 

SINAIS PARTICULARES.  Guilherme Boulos, candidato do PSOL; por Kleber Sales.

À deriva. Quando moradores de Pacaraima (RR) se rebelaram contra venezuelanos, no sábado, 18, refugiados fugiram deixando 14 crianças para trás. O governo as reuniu numa igreja. O reencontro só aconteceu, na segunda-feira, após 48 horas, quando os pais retornaram aos abrigos.

Vácuo. No momento em que o Museu Nacional do Rio pegou fogo, a presidência do Ibram, que cuida dos Sistema Nacional de Museus, está acéfala. Após dois anos, Marcelo Mattos deixou o cargo na sexta, 31. O ministro Sérgio Sá Leitão (Cultura) disse que Mattos recebeu proposta do setor privado e ficará no cargo até ser substituído – informação que não consta da nota oficial da pasta sobre a saída dele.

PRONTO, FALEI!

Candidato à Presidência João Amoêdo (Novo). Foto: Katna Baran/Estadão

“Nenhum cidadão pode estar acima das leis. A decisão do TSE encerra a tentativa do PT de tumultuar as eleições”, DO CANDIDATO À PRESIDÊNCIA, JOÃO AMOÊDO, sobre pedido para tirar do ar propaganda do PT.

COM REPORTAGEM DE NAIRA TRINDADE E JULIANA BRAGA. COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao