Governo define Aguinaldo como líder mas adia anúncio para não dispensar André Moura no dia do aniversário

Governo define Aguinaldo como líder mas adia anúncio para não dispensar André Moura no dia do aniversário

Novo líder é mais alinhado com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Marcelo de Moraes e Andreza Matais

23 de fevereiro de 2017 | 17h43

O governo decidiu nomear o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) como novo líder do governo na Câmara, mas não deverá fazer o anúncio hoje. A razão é prosaica. Nessa quinta-feira, o atual líder, deputado André Moura (PSC-SE), completa 45 anos. O governo considerou que seria uma indelicadeza demitir Moura da função em pleno dia do aniversário.

A equipe de André Moura fez homenagem para o deputado no dia de seu aniversário. Foto: Reprodução

A equipe de André Moura fez homenagem para o deputado no dia de seu aniversário. Foto: Reprodução

Apesar disso, a decisão de substituir Moura por Aguinaldo foi definida ontem, num dia repleto de reuniões do presidente Michel Temer com seus principais aliados políticos no Congresso. O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), nunca escondeu seus problemas de relacionamento com Moura e defendeu seu afastamento para colocar um outro líder mais alinhado com sua linha de atuação. Além disso, a nomeação de Aguinaldo atende a um partido (PP) com maior representatividade no Congresso do que o de Moura (PSC).

Pessoalmente, Temer gosta de Moura. Por causa disso, se desejar, o deputado poderá comandar alguma comissão técnica na Câmara ou receber a relatoria de alguma votação importante.

Tudo o que sabemos sobre:

Liderança do governo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.