Governo avalia que EBC está inchada e discute redução do quadro

Governo avalia que EBC está inchada e discute redução do quadro

Coluna do Estadão

23 de julho de 2018 | 16h52

Foto: Divulgação

O governo avalia que a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) está inchada e estima ser necessário reduzir o quadro de pessoal em 1/3. Criada pelo ex-presidente Lula, a empresa de mídia tem 2.307 empregados. Como os funcionários são concursados, embora contratados no regime CLT só podem ser demitidos se os setores em que trabalham forem extintos. O governo também acha necessário elaborar uma diretriz para os atestados médicos. Considera que há abusos. Foram 2.845 no primeiro semestre.

LEIA MAIS: EBC registra farra de atestados médicos de funcionários

LEIA TAMBÉM: Governo paga salário de mais de R$ 20 mil na EBC

Tendências: