Governo abre balcão de atendimento eleitoral

Governo abre balcão de atendimento eleitoral

-

Luiza Pollo

22 de junho de 2016 | 05h00

Helder Barbalho (à direita, de gravata verde) postou foto de reunião com bancada de senadores e deputados de seu Estado, o Pará. Foto: Reprodução/Instagram

Helder Barbalho (à direita, de gravata verde) postou foto de reunião com bancada de senadores e deputados de seu Estado, o Pará. Foto: Reprodução/Instagram

Por causa do calendário eleitoral, representantes do governo aceleraram a liberação de recursos para ajudar parlamentares aliados a se cacifar politicamente nas campanhas municipais. Pela legislação, convênios precisam ser assinados até 3 de julho. E os ministros têm repassado a orientação para as bancadas de seus Estados. O ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, por exemplo, se reuniu ontem com a bancada do Pará e avisou que quer “viabilizar recursos que contemplem o atendimento a cada um dos 144 municípios existentes no Pará”.

Apesar da penúria anunciada pelo governo, na Integração há recursos, como o próprio Hélder reconheceu ao avisar a bancada. “Sinalizamos que há disponibilidade orçamentária e financeira.”

O ministro informa que está “atendendo demandas da bancada, que são legítimas e previstas na legislação”.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: