Governadores do Nordeste pedem ajuda à embaixada da China no combate ao coronavírus

Governadores do Nordeste pedem ajuda à embaixada da China no combate ao coronavírus

Marianna Holanda

20 de março de 2020 | 18h49

Reprodução/Facebook

O Consórcio do Nordeste, grupo de governadores da região, pediu ajuda à embaixada da China, representada no Brasil por Yang Wanming, com materiais médicos e insumos para combater o coronavírus.

O ofício, assinado por Rui Costa (PT-BA), é da última quarta-feira, 18, mesmo dia em que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou no Twitter que a culpa do covid-19 é da China e deflagrou uma crise com o maior parceiro comercial do Brasil.

O texto pede ajuda do governo chinês, “que acaba de viver um problema semelhante, do qual saiu vitoriosos por meio de uma guerra do povo contra o vírus”, apoio no envio de materiais médicos, insumos e equipamentos. Em especial, com leitos de UTI e de respiradores.

“Colocamo-nos à disposição de vocês para quaisquer esclarecimentos que sejam necessários e queremos, desde já, reafirmar nossa admiração pela forma como o povo chinês enfrenta a epidemia e pela imensa amizade que une nossos povos”, conclui o texto assinado por Costa.

Na quinta-feira, 19, o governador do DF, Ibaneis Rocha, também fez um pedido similar à embaixada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.