Governadora de Roraima cobra ações reais do Planalto

Governadora de Roraima cobra ações reais do Planalto

.

Naira Trindade

07 de janeiro de 2017 | 05h00

Foto: JPavani/Reuters

Foto: JPavani/Reuters

Desde 2015, a governadora de Roraima, Suely Campos, apela ao governo federal para receber reforço da Força Nacional para cuidar da segurança. Sem recursos, 12,5% dos homens do batalhão estadual da PM atuam nos presídios. Sobram 1.600 policiais para proteger os 516 mil habitantes. Ao conversar com o presidente Michel Temer, por telefone, Suely pediu medidas reais. “O que adianta o ministro (Alexandre de Moraes) vir aqui, se já aconteceu o pior? Só para usar a imprensa? Queremos ações reais, como liberação de recursos”, disse à Coluna.

“O presídio foi construído há mais de 20 anos. Nosso pensamento era a Força Nacional ajudar dentro dos presídios, como já ajudou anteriormente”, disse Suely sobre os pedidos negados pelo governo federal.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Suely CamposPresídios

Tendências: