Geddel minimiza protesto em desfile e diz que eram 15 pessoas

Daniel Carvalho

07 de setembro de 2016 | 11h33

Participantes da solenidade de comemoração do Dia da Independência, os ministros da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e da Casa Civil, Eliseu Padilha, deram pouca importância aos protestos feitos durante o desfile de 7 de setembro, em Brasília.

Perguntado sobre os gritos de ‘fora Temer’, que ocorreram na hora em que o presidente Michel Temer chegou ao evento, Geddel minimizou o ocorrido. “Que protesto? 15 pessoas?”, disse.

Eliseu Padilha também não viu nada demais na manifestação, apenas ampliando o número para “18 pessoas”.

No fim de semana, o próprio Temer acabou provocando polêmica ao dizer, durante viagem à China, que os protestos contra seu governo reuniam apenas 40 pessoas. No domingo, a fala acabou acirrando os ânimos durante a manifestação que aconteceu em São Paulo, na Avenida Paulista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: