Garcia promete a aliados cancelar privatização defendida por Doria

Garcia promete a aliados cancelar privatização defendida por Doria

Mariana Carneiro, Julia Lindner e Gustavo Côrtes

04 de junho de 2022 | 05h01

Uma das bandeiras de João Doria no governo de São Paulo, a privatização da Furp, fábrica de remédios em Guarulhos, será engavetada se Rodrigo Garcia (PSDB), seu sucessor, for reeleito. Ele tem dito a aliados que deseja não só cancelar a privatização, mas fazer a fábrica produzir medicamentos como dipirona, em falta no mercado. Além de tomar distância de Doria, a campanha do governador aproveita a fama que o Butantan ganhou com a Coronavac para sustentar que é referência na área médica. De quebra, Garcia ganha a simpatia do prefeito da segunda cidade mais populosa da Grande São Paulo, Guarulhos, onde fica a Furp, que é governada pelo PSD, sigla cujos membros têm trabalhado pelo rival Tarcísio de Freitas.

PRONTO, FALEI. Irapuã Santana, Advogado
“O Brasil tem a 3ª maior população carcerária do mundo. Ao mesmo tempo, temos a impressão de que o crime compensa. O Brasil prende muito, mas prende mal.”

CLICK. Mauricio Macri, ex-presidente da Argentina


Veio ao Brasil para a Conferência Internacional da Liberdade, evento que reuniu membros da direita, como do Instituto de Formação de Líderes de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:

Garcia; Doria; Privatização

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.