Fundo regional do Centro-Oeste terá prazo maior para o pagamento de financiamentos

-

Marcelo de Moraes

06 de julho de 2016 | 15h39

O governo federal decidiu ampliar o prazo de pagamento dos financiamentos com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). O apelo feito pelos governadores da região garantiu que o prazo passasse de seis para dez anos.

A decisão, anunciada nessa tarde na Reunião do Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Condel/Sudeco), serve como mais um refresco dado pelo governo federal aos Estados, numa tentativa de destravar suas economias. Há duas semanas, o presidente em exercício Michel Temer já tinha fechado um acordo político de socorro aos governos estaduais, renegociando suas dívidas e até injetando novos recursos, como no caso do Rio de Janeiro.

Presidido pelo ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, o conselho decidiu também que o Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) poderá atender agora projetos do setor de saúde, o que não era permitido.

Tudo o que sabemos sobre:

Fundos regionais

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.