Delator diz que não “cabia bem” posar para foto ao lado de corruptos

-

Fábio Fabrini

17 de julho de 2016 | 07h15

Lucio Bolonha Funaro - Divulgação

Lucio Bolonha Funaro – Divulgação

Delator de corrupção na Caixa, Fábio Cleto não quis foto de viagem ao Caribe com Lúcio Funaro e donos de empresas suspeitas de lhe pagar propina. Justificou à Lava Jato que não “cabia bem” um dirigente do banco posar de turista ao lado de Funaro e empresários corruptos.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.